Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2006
ENCERRAMENTO DAS ESCOLAS OU A EXTINCAO DAS ALDEIAS
Muito se tem escrito e falado, sobre o encerramento das escolas das nossas aldeias, comecaram ha uns anos, com o encerramento das que tivessem menos que 5 alunos, a seguir passaram a ser as que tinham menos de 10, agora ja sao as que tem menos que 20. Qual sera a proxima meta? 50 ou, 100 alunos?

Bem sei que nao e rentavel nem recomendavel, a manutencao de uma escola com 5 alunos ou menos, ja o mesmo nao direi de escolas com 10 ou 20 alunos. Tambem concordo que todos os alunos merecem as mesmas oportunidades, de ensino, de desporto e, de todas as valencias educacionais.

Pelo que em lugar de encerramento puro e simples e por consequencia o transporte dos alunos dessas aldeias para as sedes concelhias, com todos os gastos e perigos dai decorrentes, o que advogo e sim a construcao ou adaptacao de polos educacionais, mais ou menos centralizados agrupando varias aldeias vizinhas.

Seria uma maneira menos centralizadora, que poderia fazer com que a vida juvenil continuasse pelo menos em algumas das nossas aldeias. No nosso concelho de Fornos nem seria muito dificil devido a relativa proximidade das nossas aldeias.
publicado por dalgodres às 18:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Sábado, 4 de Fevereiro de 2006
COMARCA DE FORNOS e SUPOSTA EXTINCAO
Antes da reforma administrativa de 1836, a regiao de "Algodres" judicialmente encontrava-se assim distribuida: os concelhos de Matanca, Figeiro da Granja e Casal do Monte, pertenciam ao julgado de circulo de Trancoso; Algodres e Fornos ao de Linhares da Beira; e Infias ao de Viseu.

Depois da re-organizacao e extincao destes concelhos e, tendo todos eles passado para Fornos "de Algodres", para ca foram transferidos os respectivos julgados concelhios, tendo aqui sido criado um julgado de circulo, quando em 1855 foi extinto o concelho de Linhares.

Com nova re-organizacao judiciaria e criacao de comarcas em 1873, foi extinto este julgado de circulo, passando o concelho a pertencer a comarca de Celorico da Beira.
Esta medida gerou enorme contestacao e repudio publico, o que fez com que com nova re-organizacao em 1875, fosse criada uma comarca em Fornos de Algodres.
Esta comarca para alem de englobar todo o municipio, incluia tambem as freguesias de; Antas, Mareco e Vila Cova do Covelo do concelho de Penalva; Sao Joao da Fresta, Chas, Travanca e Varzea de Tavares, do concelho de Mangualde; e, Vila franca da Serra e Ribamondego do concelho de Gouveia. Em 1879 foram-lhe agregadas as freguesias de Vila Ruiva da Serra e Juncais com as povoacoes de Cadoico e Vila Soeiro do Chao, que mais tarde se tornou freguesia, tendo estas ultimas passado para o municipio de Fornos de Algodres.

Esta comarca durou ate que com nova re-organizacao em 1895, foi novamente extinta, gerando nova contestacao popular que originou a sua restauracao em 1898, tendo-se entao mantido ate que o governo da ditadura em 1926, a voltou a extinguir, tendo criado em 1931 um julgado municipal agregado a comarca de Celorico.

Em Maio de 1980 o entao ministro da justica Dr. Almeida Santos, criou uma nova comarca englobando todo o concelho. Em meu ver foi nessa altura cometido um erro enorme pois freguesias tao proximas de Fornos como: Mesquitela, Vila Franca da Serra, Ribamondego, Varzea de Tavares, S. Joao da Fresta, Antas e Matela para so referir algumas, deveriam pela proximidade e para comodidade dos cidadaos ficar a pertencer a esta comarca e ate a este concelho.
Nao o considerou entao o legislador, pois se o tem considerado provavelmente nao estariamos hoje perante a provavel extincao da nossa comarca.
Creio que ainda estamos a tempo de corrigir erros, quem pegar num mapa verifica facilmente esta incongruencia e, enquanto se aliviam as comarcas maiores, presta-se um melhor servico aos cidadaos.
Queiram todos os que comigo concordarem, presseguirem comigo nesta luta que considero justa, tanto mais que com um edificio moderno e eficiente menos sentido faz esta extincao.
publicado por dalgodres às 09:24
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2006
GRITO DE ALERTA
Iniciei este blog como um grito de alerta, acerca deste interior cada vez mais desertificado e abandonado, referir-me-ei ao nosso interior Beirao, mas e, muito especialmente a regiao de "Algodres" concelho de Fornos.
Outrora como grito de alerta costumava-se gritar: "Aqui d'el Rei", eu digo "Aqui d'Algodres".
Tambem se dizia: "O da Guarda" mas referiam-se a guarda nacional, mas como ainda pertencemos ao distrito da Guarda, tambem nao estaria mal.
publicado por dalgodres às 09:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. UM SANTO E FELIZ NATAL!

. Agregacao de Freguesias

. As maravilhas gastronomic...

. VI Jornadas da Etnobotani...

. Ideias de um louco, ou at...

. Outubro e Novembro, tempo...

. Teatro, Exposicao e Passe...

. Fornos de Algodres na Fei...

. Parabens a Escola Element...

. Este sera de certo, o fut...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.favoritos

. Bacalhau de Bruxelas.

. Ratzinger.

. No Estado, o absurdo não ...

. 50 anos.

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds