Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007
Governo Autarquico, Personalizado ou Nao?!
Uma vista de verde envolvida, da linda Figueiro da Granja, com a "Estrela" em pano de fundo, retirada do blogue: http://ofigueirola.blogspot.com/


Num comentario sobre este evento: http://www.cm-fornosdealgodres.pt/nt_047.php , o meu amigo Joao Clemente do blogue: "O Figueirola", que eu ainda nao tinha tido oportunidade de divulgar, fez um comentario em que dizia: "...considero que deveria haver um envolvimento mais profundo das pessoas que vivem nesta regiao, de forma a elas proprias lucrarem com estas actividades....".
Nao posso estar mais de acordo e e nesse ponto, que se pode fazer diferenca para melhor.

Quanto a mim o papel das autarquias deve ser muito mais, do que construir equipamentos e prestar servicos. Deve tambem contribuir de todos os modos para facilitar o desenvolvimento, promovendo condicoes para a instalacao e modernizacao de actividades comerciais, industriais, agricolas e outras que produzam riqueza e criem postos de trabalho.
Tambem devem motivar e sensibilizar as populacoes para os varios eventos, fazendo com que facam parte deles e deles possam lucrar, nao estando so reservados a alguns.

Estas motivacoes e sensibilizacoes devem muitas vezes fazer-se pessoalmente, e nao so com a colocacao de cartazes e editais. Os governos, nestes casos os locais, devem ser o mais personalizados possivel, no nosso caso ainda mais, pois somos um municipio pequeno, em que quase toda a gente se conhece!

No caso de evento que mais uma vez divulgo, com o link colocado no inicio, como a paragem principal com o almoco, e na bonita e antiga vila de Figueiro da Granja, porque nao promover ai uma mostra e venda de artezanato e productos regionais, organizando e sensibilizando tambem nao so os artezaos mas tambem o comercio local?

As vezes sao os mais pequenos passos, os que custam a dar, mas sao eles que fazem a diferenca que se espera e deseja!
publicado por dalgodres às 03:02
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
15 comentários:
De quintarantino a 8 de Novembro de 2007 às 09:04
Tem razão, é com pequenos passos que muitas vezes se começam grandes obras!
E a fazer, em vez de falar.
O seu blogue é um exemplo.
De A. João Soares a 8 de Novembro de 2007 às 13:53
Gosto de ver enfatizados os pequenos passos. Interessa dar o primeiro e depois virão os seguintes. O que trava não é o esforço do passo, é a falta de iniciativa, de ideias. O exemplo é dado pela história do ovo de Colombo.
As iniciativas devem ser amparadas pelos governos locais e nacional. Fico sempre triste ao ver, nas principais datas, premiar os actores de actividades lúdicas que não são essenciais e esquecer aquilo que se relaciona com o desenvolvimento científico, técnico e artesanal que impulsionam a felicidade das pessoas.
Dizem que o desenvolvimento de se deve às pequenas e médias empresas mas nenhum desses empresários é apontado como um exemplo a seguir.
Ao menos, nos blogs eles devem ser salientados e dignificados dando- os a conhecer aos leitores.
Um abraço
De Cucagaio a 8 de Novembro de 2007 às 16:31
Não há dúvida que tens razão no que dizes, mas é necessário não só empenhamento da autarquia, como da própria população, quantas vezes se organiza eventos, e é a própria população local que não aparece.
De Carlos de Matos a 8 de Novembro de 2007 às 17:30
Ola a Todos

a organiza�o de um evento o mais pequeno ou elitista que seja � positiva. Tudo participa do tudo. Um artigo neste blog, um link num outro, um comentario com uns amigos na feira � volta de um frango assado do Z� Pequeno (o melhor da feira de Fornos, sem duvida), a discuss�o no barbeiro ou no adro da igreja... e tudo participa da divulga�o da ac�o. As mentalidades mudaram, penso que alguns autarcas gostariam de manter um status quo das suas autoridades autosatisfeitas e infelizmente n�o concorrem ao desenvolvimento geral da nossa sociedade a tamanho humano onde toda gente de uma maneira ou outra se conhece...
Que pena, com tanta gente de valor ;o)) mas n�o toda da mesma opini�o.
Ao mesmo tempo � facil criticar quando n�o se faz nada na realidade, por isso palavras voam e as obras restam...

Um abra�o de Paris, onde domingo tambem vou festejar o S�o Martinho com amigos de Montalegre e Vinhais e castanha portuguesa...

Xauzinho
De azurara a 8 de Novembro de 2007 às 19:44
Olá amigo Cardoso

Gostei de ver a foto de Figueiró.
Há trinta e sete anos, como atleta do GDM, participei numa corrida de estrada desde a estação de Fornos até lá, sempre a subir.
Nunca mais me esqueci!

Abraço
De al cardoso a 9 de Novembro de 2007 às 03:03
Caro Azurara:

Essas provas de estrada presistiram ate finais da decada de setenta, infelizmente tal como outras, foram eventos que acabaram e nao tiveram substitutos. Com a continua desertificacao vao se as pessoas e as ideias!!!

Um abraco d'Algodres.
De pensarfornos a 9 de Novembro de 2007 às 05:58
Caro Albino:
Agrade�o-lhe, desde j� a publica�o e divulga�o do meu link.Na verdade, hoje aos nossos pol�tico locais falta esse humanismo de que nos fala. � necess�rio sair do gabinete confort�vel da c�mara e andar pelas freguesia, conhecer os caminhos de terra batida e falar com os potenciais investidores. Pergunta-se: Quantas assembleia municipais se realizaram nas v�rias freguesias? Quantas vezes o Sr. Presisdente passou um dia inteiro numa freguesia, uma esp�cie de "presidencia aberta"? Se as pessoas se sentissem mais apoiadas humanamente, talvez participassem com mais entusismo em tudo o que a c�mara e outras entidades promovem.
Continua�o de uma �ptima semana!
Um abra�o amigo JPclemente
De Carlos de Matos a 9 de Novembro de 2007 às 08:22
Ola JP Clemente

partilho o seu ponto de vista sobre uma espécie de "presidencia aberta", quanto mais justificada nos nossos meios pequenos e directamente interligados. Mas o exercicio do poder pode trazer uma distancia entre duas eleições e esse prazo é o determinante para o investimento no terreno...

Abraço à todos
De quintarantino a 10 de Novembro de 2007 às 04:08
Bom fim de semana, amigo!
De Magno a 10 de Novembro de 2007 às 17:10
O nosso concelho necessita de um projecto concreto, pensado a longo prazo, e associado entre um grupo de privados, que respeite a natureza local.
È altura de dar uma bofetada de luva branca à pasmaceira actual do concelho em matéria de investimento privado!

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. UM SANTO E FELIZ NATAL!

. Agregacao de Freguesias

. As maravilhas gastronomic...

. VI Jornadas da Etnobotani...

. Ideias de um louco, ou at...

. Outubro e Novembro, tempo...

. Teatro, Exposicao e Passe...

. Fornos de Algodres na Fei...

. Parabens a Escola Element...

. Este sera de certo, o fut...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.favoritos

. Bacalhau de Bruxelas.

. Ratzinger.

. No Estado, o absurdo não ...

. 50 anos.

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds