Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008
Nas Pequenas Coisas!!!
Homenagens ao Dr. Antonio Menano na casa onde nasceu e na rua que conserva o seu nome,
um exemplo a seguir!


Os meus amigos leitores e comentadores, provavelmente vao perdoar-me, ( ou nao) mas nao resisto a referir-me novamente a uma grande lacuna, que ainda existe em muitas das nossas povoacoes, mas e principalmente, em muitas das novas ruas da vila de Fornos!

E nao resisto, porque acabo de receber o Buletim Municipal de Aguiar da Beira, concelho nosso vizinho e de demografia semelhante e, cujo presidente de que me tornei amigo, devido ao "Queijo da Serra", faz questao de me enviar regularmente, coisa que agradeco reconhecidamente, nao sendo eu "aguiarense", mas interessado em tudo quanto acontece na nossa Beira mais alta!

Provavelmente ainda nao descobriram a que me vou referir, pois aqui vai; Na pagina 03 do referido buletim, existe o seguinte titulo: "Pequenas, grandes decisoes" e, versa a decisao por aquele municipio tomada, de dotar todas as ruas e pracas de todo o municipio, (nao so da vila) de toponimos e numeros de policia!!!

Louvando a decisao daquele municipio, que e certeira, moderna e de aplaudir, sem ser dispendiosa. (pelo menos nao custa milhoes) Queria apresenta-la como exemplo para o nosso, que em muitas areas ate esta na vanguarda, mas que infelizmente, (digo eu), lhe tem custado muito a tomar uma decisao destas, que ate eu ja lembrei a quem de direito, ja vao uns anitos!

Dir-me-ao todos aqueles que so vem mal nas minhas "lembrancas", que em Fornos em algumas arterias ja existe e, que algumas aldeias tambem ja tem toponimia!
Pois sim existe, mas nao na generalidade, coisa que passou a acontecer naquele municipio vizinho e amigo!

Nao querendo ser apelidado de "perfecionista", embora aprecie a perfeicao, nunca me contentando com a mediocridade, so queria lembrar umas coisitas, quando essa decisao for tomada:

- Devem manter-se todos os toponimos antigos, de que haja lembranca!

- Devem-se honrar com toponimos nas arterias e pracas novas, que nunca tenham tido nome, as pessoas naturais ou ligadas ao municipio, normalmente ja falecidas para nao causar invejas!

- Os toponimos devem ser pequenos e concisos, devendo evitar-se alguns como por exemplo:

Rua Carlos Manuel Menano Queiroz Pereira; o nome proprio e um ou dois apelidos normalmente sao suficientes.

- Deveria-se evitar e, ate corrigir erros passados, que posso encontrar por exemplo na "minha" terra;(Infias) Largo da Praca de S.Pedro, (entao um Largo e uma Praca nao sao sinonimos?)
pessoalmente gostaria muito mais de Praca ou Largo do Pelourinho.
Ou Largo do Adro da Igreja! (entao os "adros" nao sao das igrejas?) Adro de S. Pedro, nao ficaria melhor?!

- Por fim gostaria de entre tantos outros, lembrar nomes como o Eng. Eduardo Simoes Coimbra, Raul Solnado, Eunice Munoz, Jose Bernardo da Silva Cabral (primeiro conde de Cabral) e porque nao tambem o Dr. Antonio Rodrigues e o Professor Pinheiro Marques; antigos presidentes da Camara, o escritor Luis de Campos "Siul de Larbos", O reverendo padre Luiz de Lemos, o latinista Manuel Pina Cabral, o missionario Antonio de Magalhaes, etc, etc. Estes foram os que me lembraram nesta altura, mas ha muitos mais!

E nas pequenas coisas, que se vem as "terras grandes"!!! (digo eu)
publicado por dalgodres às 07:20
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
16 comentários:
De Maria a 17 de Janeiro de 2008 às 23:39
No essencial concordo contigo, Al.
Mas no caso do Carlos Manuel Menano Queiroz Pereira não será por acaso que aparece o nome completo.... digo eu, a não ser que saibas de alguma razão por que não devesse ter o nome completo...

Abraço
De al cardoso a 18 de Janeiro de 2008 às 02:38
Cara Maria:
Eu prefeitamente lembro-me da altura em que essa rua foi baptizada.
Nessa altura era presidente da Camara o Senhor Paulo Menano e, devido ao facto daquele seu parente, ter feito doacoes de monta ao nosso concelho (primeiro jardim infantil, parque em sobral pichorro, etc) decidiu-se agracia-lo com o nome numa rua, o que eu concordo.
Creio que a razao da colocacao do nome completo, tem muito que ver com "Menano", pois a colocar-se so o primeiro e o ultimo nome este ficaria perdido! (talvez um pouquito de vaidade)
Para estes casos eu sugeria uma solucao, porque nao a colocacao de placas com toponimos pequenos e concisos, que poderiam ser complementadas com uma placa maior no inicio da rua com uma descricao da personalidade, dava-mos assim um contributo historico as geracoes vindouras.

Um abraco d'algodrense.
De JPCLEMENTE a 18 de Janeiro de 2008 às 18:32
Caro Al. Cardoso:
Concordo plenamente com o que escreve. Há que referenciar os nossos que deram alguma coisa ao concelho, para que nós e os nossos conterrâneos sigamos o exemplo. Conforme diz láo Cristo "Quem não é fiel nas pequenas coisas também o não é nas pequenas".
Um óptimo fim de semana
JPC
De Tozé Franco a 18 de Janeiro de 2008 às 18:39
Aplaudo as ideias que defende neste artigo.
Ainda agora na freguesia de S. Cruz em Coimbra houve polémica por causa de alguns dos noems atribuídos a 8 ruas, pois as pessoas de Coselhas (local onde ficam as ruas) não se identificam minimamente com alguns dos homenageados, pois consideram que não tem qualquer ligação à terra.
Um abraço.
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2008 às 19:26
Concordo com a atribuição de nomes ás novas ruas que vão surgindo ou às que não têm nome. Defendo, que ao invés de o nome ser definido pelo executivo Camarário (penso que actualmente é assim...), tal decisão deveria ser realizada por discussão pública, pois como exemplifica o último comentador, as populações podem não se identificar com o nome.
Tenho uma proposta/ideia:
- O executivo Municipal definiria dois ou três nomes de personalidades locais e até nacionais (porque não?);
- Os nomes seriam divulgados à sociedade civil do Concelho, que analisaria a proposta;
- Poderia-se aproveitar esta fase de discussão pública, para dar a conhecer aos jovens, por intermédio das escolas, um pouco das história das personalidades envolvidas na escolha;
- Após discussão pública, a sociedade civil indicaria a sua preferência ao executivo Municipal, que oficializaria o nome escolhido;
- Seguidamente, procederia-se à colocação da respectiva placa, com o nome escolhido, e já agora, porque não, a realização de uma pequena cerimónia de comemoração.

Quanto à mudança de nomes de ruas actualmente existentes, pergunto se isso não iria implicar com o funcionamento de entidades como é o caso dos Correios, e até na vida dos residentes, pois teriam de proceder à actualização de documentos e alteração de moradas juntos dos fornecedores de serviços como a EDP e PT?

Cump's
O anónimo
De ANTONIO DELGADO a 18 de Janeiro de 2008 às 21:03
a toponimia é uma area que me interessa particularmente, porque representa uma domesticação do espaço, pelo ser humano e, revela o tipo de sociabilidade que estabeleceu com o lugar. Para certos linguistas alguns toponimos revelam ainda heranças de linguagens pre romanas muito arcaicas. É pena que muitas vezes os ediles serem mal informados e por mera vaidade, alterem os nomes de lugares refundando-os com outros que nada tem que ver com o lugar. Destruindo deste modo memórias que serviriam para reconstruir uma historia muito mais arcaica que alguns povoados tem além das meras ruinas históricas. O amigo deve de manter este alerta deixado nesta Postagem...Um abraço.
antónio
De TSFM a 20 de Janeiro de 2008 às 15:06
Inteiramente de acordo com a temática exposta pelo meu amigo.
De as-nunes a 20 de Janeiro de 2008 às 15:50
Caro AL
E se eu lhe apresentasse um topónimo assim: Rua do Largo. É verdade parecendo embora mentira. Aqui, perto de Leiria, no Vidigal.
E é que nem rua é. É somente um Largo.
Tem o meu amigo toda a razão quando diz que devia haver muito mais preocupação em se dotar as ruas e largos de nomes apropriados e não inventados à pressa só porque os carteiros começam a devolver a correspondência? Tenho essa experiência de quando passei pela Junta de Freguesia da Barreira.
Concordo plenamente consigo quando diz que se houver que lourear alguém por acções relevantes em prol da comunidade, então que se lhe coloque uma placa alusiva a esses factos e à personalidade.
Bem, e mais teríamos que contar,
Um grande abraço deste seu amigo
António
De Isabel Magalhães a 20 de Janeiro de 2008 às 16:16
Amigo Al;

E diz muito bem.

Muito pertinente este seu artigo. Digo eu! :)

Um abraço monárquico do Concelho de Oeiras.
De O Micróbio II a 21 de Janeiro de 2008 às 06:41
"Terra grande" dizemos todos... :-)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. UM SANTO E FELIZ NATAL!

. Agregacao de Freguesias

. As maravilhas gastronomic...

. VI Jornadas da Etnobotani...

. Ideias de um louco, ou at...

. Outubro e Novembro, tempo...

. Teatro, Exposicao e Passe...

. Fornos de Algodres na Fei...

. Parabens a Escola Element...

. Este sera de certo, o fut...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.favoritos

. Bacalhau de Bruxelas.

. Ratzinger.

. No Estado, o absurdo não ...

. 50 anos.

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds