Quarta-feira, 31 de Maio de 2006
TRIBUNAIS COMARCAS E IBECILIDADES
Ja ha tempos se nos tinha constado, que o tribunal da comarca de Fornos de Algodres, se encontrava na lista das que seriam encerradas. Neste caso e a relativamente pequena quantidade de processos (ate parece que vale a pena ser criminal).

Provavelmente tal como no caso das maternidades, nas escolas, nos SAP e outros casos semelhantes, nao valera grande coisa, a nossa indignacao contra mais este ataque as valencias, que nosso Concelho e, todo o interior esta a perder. A obstinacao deste governo e erredutivel.

Tal como o Presidente do nosso municipio, so tenho um desabafo: "Temos que ser muito ricos, para podermos prescindir de um tribunal que ha oito anos custou 4 milhoes de euros!!!"
publicado por dalgodres às 02:33
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 27 de Maio de 2006
RURALIDADE ou URBANIDADE ?
Conseguimos encontrar das directivas governamentais presentes, ideias normativas para a criacao de pequenas comunidades urbanas no nosso interior, em detrimento das aldeias. Um exemplo disso e a construcao de polos educativos basicos, centralizados nas sedes concelhias.
Isto sera no meu fraco entender, acabar de vez com as aldeias rurais, algumas delas ainda com algum futuro.
E verdade que nas aldeias ha poucas criancas, mas transportar todas as que ha, para as sedes concelhias, nao produz nenhum incentivo, para que os seus pais continuem a viver nas aldeias.
Economicamente sera melhor construir um unico polo educativo, do que dois ou tres, mas com esta medida estamos a decretar o fim da ja pouca vida nas nossas aldeias.
Nao advogo a continuacao de escolas com dois ou tres alunos, o que sim creio e a melhor solucao, era o agrupamento de algumas aldeias proximas e a construcao de medios polos educacionais, para obviar a deslocacao de criancas de idades muito tenras, para as nossas vilas e cidades. A assim nao ser, estaram sempre mais prejudicadas, todas aquelas que se encontrem mais longe, das respectivas sedes concelhias.
No nosso interior, muitas das aldeias ate ja tem boas condicoes de habitabilidade: Como redes de agua e saneamento, electrificacoes e vias de comunicacao, mas tudo isso nao fara, com que continuem a viver nelas os casais jovens com filhos, ou na prespectiva de os terem. Pois para alem da notoria falta de trabalhos, nao tem tambem nelas, ou nas proximas, escolas para os seus filhos.
Diram que continuo a bater na mesma tecla, mas nao consigo descortinar quais serao as condicoes de equidade, quando temos alunos que pertencendo a mesma escola, uns tem que se deslocar de dezenas de quilometros e, outros dezenas de metros.
publicado por dalgodres às 01:32
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 23 de Maio de 2006
A.D.F.A.
Depois de ter assitido com algum orgulho, ao desempenho mais o menos razoavel do clube da minha terra, na terceira divisao de futebol, e com magoa que o vejo novamente voltar ao campeonato distrital.
Sei que nao deve ser nada facil, para um municipio com cerca de seis mil habitantes, manter o club na terceira divisao nacional, sabendo eu que muitas cidades nao os tem, mas era o pouco que nos restava, para nos dar algum pouco de alto-estima.
Emfim voltaram a baixar, depois de no ano transacto terem subido com uma carreira invejavel.
Como dizia um jornalista da cidade mais alta a dois anos: "ate o Fornos do nosso contentamento" pois, nas ultimas duas decadas, tem sido o club mais representativo, no ainda distrito da Guarda.
Perdeu Fornos de Algodres, perdeu o distrito e perdeu o interior.
Ate no futebol estamos cada vez mais desertificados!!!
publicado por dalgodres às 05:58
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sábado, 20 de Maio de 2006
TALVEZ
Talvez como alguns dizem, a oposicao esteja a ser demagogica, talvez os autarcas so estejam a olhar para o seu umbigo, Talvez o senhor ministro da saude tenha razao. Mas se nao e puro economissismo, se nao ha nenhum poderoso lobi dos medicos por detras desta decisao, Porque e que o senhor ministro nao explicou, o fundamento das suas decisoes "tecnicas", aqueles que vao ser por elas afectados. Os portugueses nao sao tao estupidos, nem insensiveis as razoes bem fundamentadas.
Acontece que nesta coisa do encerramento das maternidades, deveriam primeiro equipar os varios centros de saude, com meios eficientes e eficazes de transporte de futuras maes, com acompanhamento profissional, para nao por em jogo a saude delas e dos futuros filhos e, so depois, partir para o encerramento de algumas maternidades, tendo sempre em conta as distancias e, nao unicamente o numero de partos.
Como em tudo o que normalmente se faz por ca, comeca-se sempre por cima e seja o que deus quizer, porque a ser como se propoe, ainda veremos muitas vezes os bombeiros a servir de parteira, e depois quero que me diga o senhor ministro, que dessa forma nao se poem em risco a vidas das pessoas.
publicado por dalgodres às 05:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 17 de Maio de 2006
COLONIZACOES E MANIFESTACOES
AQUI d'ALGODRES


Sendo eu tambem imigrante em pais alheio, nao poderia nunca estar contra a imigracao, no entanto continuo convencido, que em vez de se promover a colonizacao de Vila de Rei ou outra qualquer terra portuguesa, por gente de fora, deveria primeiramente ser promovida a deslocacao de portugueses, ou de outros imigrantes ja residentes em Portugal.
Ainda recentemente um ou varios concelhos Transmontanos, foram censurados e ate ameacados de esbulhamento de fundos, quando tentaram ou deram incentivos, para a fixacao de casais jovens.
Nessa altura parece que caiu o Carmo e a Trindade, agora um tema semelhante, ate mereceu destaque no canal publico da televisao.
A minha conviccao e que no fundo, nao ha nada de errado com esta vinda de colonos brasileiros, o que esta errada e a politica de falta de ajudas reais, para que os naturais dos concelhos do interior, o nao abandonem e, a inesistencia da tao falada coesao nacional, que contribua para o regresso de alguns.
Estes tempos sao entretanto, de cortes e, esbulho das poucas regalias, que o interior ainda tinha direito, pelo que embora sendo literalmente contra, nao me admiro, que grupelhos como o que recentemente se manifestou em Vila de Rei, usem a demagogia para se revoltarem contra esta situacao.
Para estes so queria fazer uma pergunta: quantos daqueles que se manifestaram, estavam interessados a mudarem-se para uma Vila de Rei qualquer, com as ajudas prometidas a estes imigrantes?
publicado por dalgodres às 01:25
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sexta-feira, 12 de Maio de 2006
AQUI d'ALGODRES
AQUI d'ALGODRES

NACIONALISTAS BACOCOS

De acordo com o governo, pela boca de um ou mais ministros, todos como eu defendemos, a continuacao de valencias no interior, somos "nacionalistas bacocos".
Pela minha parte, prefiro ser "nacionalista bacoco", do que vendilhao de patrias.
Ja agora uma pergunta ao comunistoide Mario Lino, desde quando Portugal tem uma historia e lingua comum com Espanha?
Que eu saiba, so tivemos essa historia comum por sessenta anos e, parece que nao nos demos muito bem, Quanto a lingua se ela e comum porque razao os "castelhano-parlantes" nao nos entendem?
A ele e que eu nao entendo bem, mas deve ser pelo facto de ser "Iberista" (ele).
publicado por dalgodres às 05:52
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quarta-feira, 10 de Maio de 2006
AQUI d'ALGODRES
AQUI d'ALGODRES


NOVOS COLONOS OU POVOADORES

Muito se tem falado ultimamente, ate ja foi tema no programa "Pros e Contras" da RPT, das novas colonizacoes, neste caso focando muito mais as familias brasileiras, que tem vindo e, continuaram a vir para Vila de Rei e, resultando viram para outros concelhos, do nosso "interior" cada vez mais desertificado.
Nao sou contrario a vinda de imigrantes para o nosso pais, pois eles como eu tambem, vao buscar a pais estranho, aquilo que a patria mae lhes nao deu.
O que me choca mais e, isto passa-se com uma grande maioria dos brasileiros, e o facto de virem para Portugal, com a intencao de usar a nossa terra como trampolin, para seguirem para o resto da Europa. (e so ver o exemplo do futebol)
Espero enganar-me e que estes imigrantes, que vem para Vila de Rei, fiquem por la, que sejam honestos e que contribuam tanto para o nosso pais e, para aquele concelho, como a grande maioria dos imigrantes portugueses, tem contribuido para os paises onde se radicaram.
Creio que estes novos colonos, vem com subsidios de fundos publicos, entao eu so queria fazer uma pergunta: Porque razao se nao utilizam esses fundos, para dar incentivos a que gente portuguesa, ou nao, que vivendo junto ao litoral, tantas vezes nao tem trabalho, vivem em condicoes deploraveis e com condicoes melhores, se poderiam mudar para o interior.
Talvez ninguem se quizesse deslocar, mas valia apena tentar, pois dentro de meio milhao de desempregados, provavelmente facilmente se encontrariam 60 familias, para aquele concelho beirao.
Ou sera que os governantes desta triste nacao, lhes interessa mais promover a imigracao, que ja vai em meio milhao so de legais, em vez de arranjar solucoes para os naturais?
Nesta lista de ajudas poderiam e deveriam estar incluidas, as gentes que ainda vivendo no interior, tem tendencia por falta de trabalhos, e por outras razoes, que este governo continua a criar, a deixa-lo brevemente.
publicado por dalgodres às 06:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. UM SANTO E FELIZ NATAL!

. Agregacao de Freguesias

. As maravilhas gastronomic...

. VI Jornadas da Etnobotani...

. Ideias de um louco, ou at...

. Outubro e Novembro, tempo...

. Teatro, Exposicao e Passe...

. Fornos de Algodres na Fei...

. Parabens a Escola Element...

. Este sera de certo, o fut...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.favoritos

. Bacalhau de Bruxelas.

. Ratzinger.

. No Estado, o absurdo não ...

. 50 anos.

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds