Quarta-feira, 30 de Agosto de 2006
A Nacional 330 e a ligacao a A25
Tenho expressado algumas vezes a minha estranheza, da falta de cooperacao entre as varias autarquias vizinhas.
Um caso gritante aconteceu, com a falta de uma ligacao condigna entre a Auto Estrada 25 e a recem intervencionada Estrada Nacional 330 que no concelho de Fornos faz ligacao a Gouveia e a Aguiar da Beira.
Pude "in loco" aperceber-me e ouvi comentarios nada favoraveis por parte dos meus conterraneos, referentes a muito discutivel ideia da mudanca de localizacao do no de ligacao entre a referida auto estrada (sera mesmo) e a defunta EN 16 que por sua vez liga a referida Nacional 330.
Se e verdade que para quem vem de Viseu e Mangualde, ficou mais favoral a ligacao a Fornos de Algodres, tambem e verdade que para quem vem da Guarda e Celorico esta mesma saida ficou a cerca de 2 kms mais longe do que anteriormente.
Talvez, segundo a logica em prol de Fornos, faca mais sentido o no de ligacao na presente localizacao, pois da mais visibilidade a vila, tambem e verdade, que nao deixou por isso de ficar mais longe do centro da vila, isto para nao falar de que ficou muitissimo mais longe, da rotunda de ligacao a estrada nacional 330 em Fornos Gare.
Sei tambem, que ja ha muito tempo que o senhor presidente da camara de Aguiar, reidindicava e com razao, uma mais rapida ligacao ao defunto IP5, pelo que toda a gente (ou a maioria) desejava essa concretizacao, aquando das obras de transformacao, desse itenerario em auto estrada.
Acontece que defendendo interesses muito discutiveis, isso nao so nao se concretizou, como ainda ficaram pior servidos. Acontece tambem que a saida de Fornos de Algodres, para alem de servir o Municipio de Aguiar da Beira, serve tambem uma grande parte dos concelhos de Gouveia, Celorico e de Penalva do Castelo. Era entao ai, que aquando da proposta rectificacao de erros passados, todos deveriam ter-se unido e reivindicar uma melhor ligacao, que para servir a todos na perfeicao, deveria ter ficado localizada sensivelmente na localizacao anterior ou ate na interseccao com a Nacional 330, em obras de qualificacao na mesma altura.
Ainda gostava que me explicassem umas coisitas, embora como ja esta consumado nada se possa fazer, Qual e a justificacao, de num espaco de tres ou quatro quilometros, Celorico da Beira ter 3 saidas, (coisa imcompreensivel numa Auto Estrada) e nao se fez uma ligacao a estrada nacional 330 perto de Figueiro da Granja? Porque se abandonou a antiga saida a Fornos perto da Estacao e juntinho a EN 330, com muito melhor ligacao tanto para Gouveia como para Aguiar?
Porque se nao pensou numa ligacao condigna a Gouveia que e uma cidade e, ao mesmo tempo uma entrada para a turistica "Serra da Estrela"?
Provavelmente sao perguntas incomodas, mas que teria feito muito sentido, terem sido equacionadas tinha.
A terminar esta ja longa entrada, so queria fazer um pedido, senhores autarcas pensem globalmente e nao so na suas "paroquias" para que casos como este, se nao repitam jamais.
publicado por dalgodres às 02:17
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Terça-feira, 29 de Agosto de 2006
ALGODRES e suas terras
Nasceu ontem: "ALGODRES e suas terras" (meus links); blog de divulgacao do concelho de Fornos de Algodres.
Aos meus amigos leitores e comentadores, queria deixar um pedido, passem por la e digam algo.
publicado por dalgodres às 02:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 26 de Agosto de 2006
ORIGINALIDADES
Originalidade e inovacao, sempre foram dois temas que tenho defendido, desde que me conheco como homem. Isto tem muito que ver com professores (alguns sem o serem literalmente) que tive e continuo a ter, pois estamos sempre a aprender (ou deviamos).

Vem isto a proposito de varias iniciativas, que tem sido realizadas por todo o pais, que de originalidade e inovacao tem pouco ou nada. Estou a referir as tao populares e badaladas "Feiras Medievais".

So na nossa Beira e creio que ainda estou a esquecer alguma, tivemos ou vamos te-las em: Belmonte, Linhares, Trancoso, Mangualde, Marialva, Almeida, etc etc.

Se e verdade que ate juntam gente e trazem algum desenvolvimento as localidades, tambem e verdade que por serem todas identicas, com o tempo as pessoas vao encher-se e passaram despercebidas.

O que eu gostava de ver, era, cada uma destas localidades, realizar eventos diferentes sem copiar os vizinhos. Iriamos com isto criar eventos que nos identificassem e fossem como que um cartaz para cada localidade.

Fazem-me estas "Feiras Medievais" lembrar, as Feiras-Festas do Queijo da Serra, que se iniciaram na decada de setenta do seculo passado, muitas delas em localidades em que o Queijo da Serra ate ai, nao tinha grande significado e que de tao corriqueiras tendem a desaparecer.

Vamos senhores beiroes fazer a diferenca, deixe-mos de copiar-nos uns aos outros e, faca-mos algo original.
publicado por dalgodres às 02:56
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Quarta-feira, 23 de Agosto de 2006
FOGOS FLORESTAIS e detencoes
Li hoje no Diario XXI, (jornal diario da Beira Interior) que foram detidas 29 pessoas com suspeita (ou certeza) de fogo posto, Para mim nao e novidade nenhuma, pois todos quantos fora das grandes cidades vivem, sabem que a grande maioria de incendios tem origem em actividade criminosa.
Parece que so os legisladores instalados nos seus confortaveis gabinetes, tendem a procurar noutras causas as origens dos incendios.
Acabo de regressar das nossas terras, devido a assuntos de forca maior e logo no primeiro dia da minha estadia, me deparei com o maior incendio no meu municipio no decorrer deste ano. Percorreu o territorio de tres freguesias e iniciou-se junto as casas da minha terra natal, so nao tendo atingido proporcoes mais aflitivas para as habitacoes devido ao facto do vento felizmente estar na direccao oposta.
Poderia nao ter sido criminoso, mas fica sempre a duvida.
Tambem estranhei e estranho, o facto dos orgaos de comunicacao, estarem a batalhar no facto terem reduzido para cerca de 800, os incendios a semana passada, pudera, com a chuva que caiu a partir do dia 15.
E uma tristeza tentarem desculpar o (des)governo para este estado de coisas, quando decretam a limpeza das matas e ardem principalmente as nacionais! Que tipo de governo e este! Como pode ter credibilidade e obrigar os particulares a limpar as suas pequenas florestas, quando as florestas nacionais estao no estado em que estao.
Eu ja sabia que nao seria com a legislacao recente, que o assunto seria resolvido (vejam o meu "post" do dia 11 de Julho).
Mas infelizmente os burocratas das cidades pensam que tudo se resolve com decretos e leis, que quase nunca sao cumpridas, nem por eles. Leis temos talvez das melhores, mas se nao sao cumpridas para que servem?
Ca fico a aguardar o resultado destas detencoes, embora por experiencas passadas delas nada espero, a nossa justica e o que todos sabemos e, estes suspeitos seram declarados iniputaveis porque sao declarados "malucos"; porque sera que aos doidos so lhes da para fazer mal? Nao tentemos desculpar o indesculpavem, mas isto digo eu que nao sou advogado.
Enquanto tudo isto se passa, vejo cada vez mais a minha regiao a transformar-se num deserto, ate de gente.
Eu que gracas ao Criador tenho um excelente panorama desde a varanda da minha casa, a partir do dia 8 tenho-o muitissimo mais negro, que horrivel ficou a macha negra do ultimo incendio.
publicado por dalgodres às 01:56
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 5 de Agosto de 2006
VILA CHA Fornos de Algodres

Ilustrando a entrada anterior, esta fotografia da aldeia de Vila Cha, tirada do monte em que se encontra o Castro de S.Tiago. A serra em frente e a da Barroca, onde um pouco mais para a esquerda, fica a antiga vila de Algodres.
publicado por dalgodres às 08:38
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sugestao para ferias ca dentro: VALE DO ALTO MONDEGO
E normal, a maior parte dos portugueses tirar ferias no mes de Agosto, muitos preferem o sol e o mar, mas tambem ha aqueles, que tem outras preferencias.
Embora com a mente toldada por um "bairrismo" excessivo, queria deixar uma sugestao aos meus possiveis leitores, se a vossa opcao neste ano, for ir para fora ca dentro.
Venham este ano ate ao "Vale do alto Mondego";
Vindo pelo IP5 (agora ja quase todo A25) saiam em Mangualde; cidade progressiva, herdeira da antiga "Azurara" e ai entre tantas opcoes, vou sugerir algumas visitas: Anta da Cunha Baixa, igreja de S. Juliao, com pedras da idade media, monte e igreja da Senhora do Castelo com restos do antigo castelo mourisco, citanea da Raposeira, Torre de Gandufe, Monte capela e restos do castro do Bom sucesso, etc etc.
Depois e ja sem voltar a A25 (para se conhecer melhor nao se anda por auto estradas) passem ao concelho de Gouveia atravessando o Mondego; tambem ai os motivos de interesse sao imensos: Igreja de S.Pedro, Pacos municipais (antigo convento) e seus jardins, o Museu Abel Manta, etc. Vao a rio Torto ver a anta neolitica, Passem por Melo uma das mais antigas terras da Beira e vejam os restos do convento, subam Folgozinho (suposta terra de Viriato) admirem as belas fontes e os restos do seu castelo. A seguir passando ao pequeno planalto passem por varias outras aldeias: Vila Cortez, Vila Franca e Vila Ruiva. Ai ja no concelho de Fornos de Algodres Passem pela necropole de sepulturas escavadas na rocha, junto a Capela de S. Gabriel (nesta aldeia existe uma das possiveis hipoteses de alojamento: O Solar e hotel da Inatel). Atravessem novamente o Rio Mondego pela ponte de Juncais (ai podem banhar-se na praia fluvial) vao a vila de Fornos; terra dos Menanos,(cantores e musicos do fado de Coimbra) e do Marquez de Tomar, vejam as suas igrejas e capelas; principalmente a igreja da mesericordia, passem pelas ruas da parte medieval e admirem os varios solares antigos, a antiga camara municipal e pelourinho, as fontes antigas, e, se quiserem saber um pouco mais do passado, passem pelo Centro de Interpertacao Historica e Arqueologica. A seguir subam a pequena serra arborizada, e em Infias admirem um das mais grandiosas paisagens, junto ao monumento do Cristo redentor: Toda a encosta norte da Serra da Estrela. Se gosterem de historia e passado passem pela antiga "vila" de Algodres ali tao perto, podem admirar as igrejas e capelas, o pelourinho, (um dos mais altos de Portugal com fuste de uma unica pedra) a antiga camara e tribunal, solares e muitas outras curiosidades. No planalto nao deixem de visitar as duas Antas neoliticas: Matanca e Cortico e a necropole das Forcadas, alem disso porque nao ir ao Castro de S. Tiago em Figueiro da Granja, ou a Fraga da Penha, estas sao so algumas dicas, no entanto ha muito mais para ver em Fornos de Algodres.
A seguir vao a Celorico da Beira terra natal de Sacadura Cabral, subam ao seu castelo, passem pelas igrejas de S. Pedro e Santa Maria e pela parte antiga desta vila, dai vao a Linhares da Beira (aldeia historica) subam ao castelo vejam as igrejas com rasgos bem antigos, passem pela area da antiga judiaria e voltem a admirar o belo vale do nosso portugesissimo Rio Mondego.
Comam a nossa rica culinaria, provem e comprem o saborosissimo queijo "Serra da Estrela" em qualquer das terras mencionadas, (e aqui no vale e nao na serra, que se produz o genuino queijo) saboreiem os enchidos e presuntos beiraos, bebam o belissimo vinho "Dao" e saibam o que e, a ja celebre hospitalidade da Beira.
Embora eu tivesse dado uma sugestao de alojamento, (fruto dum bairismo excessivo dirao voces) existem muitas mais opcoes com hoteis em Mangualde, Gouveia e Celorico e bem assim alojamento de turismo rural como a: Antiquissima Casa Grande de Juncais, (la estou eu outra vez a fujir para a minha terra).
Passem por ca uma semana nao se iram arrepender.
publicado por dalgodres às 04:01
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 3 de Agosto de 2006
Festas de Na. Sa. da Graca, 18, 19, 20 e 21 de Agosto
Embora ate hoje, tenho tido poucos comentarios por parte dos meus conterraneos, tenho conhecimento que sou lido, tambem pelas "nossas Terras".
Depois do meu desabafo anterior, foi actualizado o "site" do municipio, aparecendo embora de forma ainda nao muito descritiva, referencia as festas da vila, em honra da Senhora da Graca.
Estes festejos que se realizam este ano nos dias 18, 19, 20 e 21 de Agosto, sao festas antiquissimas, que outrora se faziam em Outubro com uma muito concorrida feira anual.
Creio que pelos anos cinquenta do seculo passado foram interrompidas, regressando na decada de setenta, agora ja sem a feira e realizavam-se no ultimo fim de semana de Setembro.
Ultimamente a Camara Municipal, decidiu tomar conta da parte profana das mesmas e, incluiu esta celebracao nas festas da vila, mudando a data para o terceiro fim de semana de Agosto, coisa que faz muito sentido, pois e nessa altura que nos visitam, uma grande parte dos fornenses ausentes.
Se for verdade que os meus "posts" sao lidos pela minha terra, so queria deixar mais uma sugestao: Porque nao abrir o CHIAFA e o posto de turismo nos dias de festa, para que os turistas que possam visitar-nos, tenham oportunidade de conhecer-nos melhor.
publicado por dalgodres às 17:49
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. UM SANTO E FELIZ NATAL!

. Agregacao de Freguesias

. As maravilhas gastronomic...

. VI Jornadas da Etnobotani...

. Ideias de um louco, ou at...

. Outubro e Novembro, tempo...

. Teatro, Exposicao e Passe...

. Fornos de Algodres na Fei...

. Parabens a Escola Element...

. Este sera de certo, o fut...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.favoritos

. Bacalhau de Bruxelas.

. Ratzinger.

. No Estado, o absurdo não ...

. 50 anos.

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds