Quinta-feira, 6 de Julho de 2006
QUANTO MAIS ME BATES......
Embalados pela euforia, ou ja, agora pela desalento Futebolistico, la vamos cantando e rindo (onde ja ouvi isto) na nossa inexoravel descida economica, em relacao aos nossos parceiros europeus.
Para alem do encerramento das maternidades, que parecem ja nao reunir muita gente contra, ate de Elvas ja nos chegam vozes de conformismo e nao so, nao so se prefere nascer em Badajos, como ate ja se prefere que por la fiquem, os restos mortais dos pequenos alentejanos.
Tambem continuamos a perder postos de trabalho que se deslocam sabe D*us para onde, sem que se veja a mais tenue sombra, da criacao dos tao apregoados milhares, pela "socratica persona".
Ate ja o PR esta convicto de que devido as medidas tomadas (ou a metereologia mais favoravel) vamos ter menos incendios. Mas nisto de menos incendios, tem muito que ver com a "louvavel" proibicao do lancamento de foguetes!
Dos grandes projectos anunciados, com toda a despesissima pompa mediatica, pouco ou nada se sabe, o mais provavel e terminarem da mesma forma, como terminou a refinaria de Sines. Parece ate tambem, que o simples e desburocratizante "simplex", nao e tao simples como parecia.
Entretanto o nivel de aprovacao do governo, continua em alta (dizem). Pagamos; mais IVA, mais nos hospitais e centros de saude, mais nos medicamentos vendidos nos supermercados. Vamos ter menos servicos, (principalmente no interior) Vamos receber menos nas reformas, mas o povo ou a sua maioria esta contente (ou conformado).
Sera que a maioria e uma cambada de parvos, ou somos masoquistas?
publicado por dalgodres às 02:54
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De O Micróbio II a 6 de Julho de 2006 às 09:10
Parvo? Não sou... e masoquista, muito menos! Mas há quem goste de nos fazer passar por parvos... o que é bem diferente!
De al cardoso a 6 de Julho de 2006 às 10:21
Caro Microbio:
Sim eu penso que o meu amigo, nao deve estar incluido na maioria que concorda com a actuacao do governo.
De Pete a 6 de Julho de 2006 às 14:36
Eu estou a pensar em emigrar pois este país cada vez está pior.

Um Abraço e bom fim-de-semana,

Pedro Gonçalves.
De Sem Quorum a 6 de Julho de 2006 às 14:47
Olá Albino!
O pior é que os portugueses são as duas coisas: grandes parvos por ingenuidade; maiores masoquistas por cobardia! É triste, mas é preciso reconhecê-lo!
Bom post, amigo!
Abraço,
ALM
De Fátima a 6 de Julho de 2006 às 16:55
Pensamos que, no fundo- bem no fundo - não merecemos coisa melhor. Para quê? Gastar energia a lutar por vida melhor, por mais justiça, por mais e melhor liberdade? Afinal, quem somos nós. Por um pouco - ontem mesmo- chegamos a pensar que éramos bons, em futebol, que fosse.
Afinal...

Afinal somos melhores do que isto.

Sobretudo melhores que esta conformidade morna de branduras já costumeiras.

Um abraço

Viva Portugal!
De MORFFINA a 7 de Julho de 2006 às 13:22
Infelizmente os tugas são sado -masoquistas. Gostam de se queixar e sofrer e gostam de fazer sofrer ao não mudar de "clube".
Há sempre aquela velha expressão:

"É a vida!"

Eu concordo mais com o António Variações quando diz: "Muda de vida se não estás satisfeito ... A vida não deve ser um castigo que tens de viver".
De Sulista a 8 de Julho de 2006 às 05:32
Masoquistas não sei mas
quanto aos 'pargos', deve ser como o milagre dos peixes...multiplicam-se...

Mas o povo é sereno é só fumaça!


Bom fim de semana ;-)
De blogoexisto a 8 de Julho de 2006 às 12:52
Diz o povo que «todo o burro come palha... o importante é sabê-la dar»!
Ora o que se passa é que este governo descobriu a forma de «fazer o que quer e lhe apetece» perante a maior passividade do povo luso.
Numa coisa foram inteligentes... souberam controlar como ninguém a comunicação social. A CS é tem sido autêntica mamã para estes senhores. Então, isto é como o provérbio: quem tem uma CS tem tudo; quem não tem CS não tem nada! Está visto.
De Bel a 10 de Julho de 2006 às 07:29
Acho que a maioria está demasiado ocupado com a contas mensais para pagar que dizem não ter tempo para pensar no estado de calamidade em que nos encontramos. Este governo é aplaudido não pela aplicação de medidas correctas aparentemente é porque as implementam logo.
Interessa lá se são beneficas ou não.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. UM SANTO E FELIZ NATAL!

. Agregacao de Freguesias

. As maravilhas gastronomic...

. VI Jornadas da Etnobotani...

. Ideias de um louco, ou at...

. Outubro e Novembro, tempo...

. Teatro, Exposicao e Passe...

. Fornos de Algodres na Fei...

. Parabens a Escola Element...

. Este sera de certo, o fut...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.favoritos

. Bacalhau de Bruxelas.

. Ratzinger.

. No Estado, o absurdo não ...

. 50 anos.

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub